Pr-33, 11 De Maio De 2020, Declaração Do Porta-voz Do Ministério Dos Negócios Estrangeiros Hami Aksoy Em Resposta A Uma Pergunta Sobre A Declaração Conjunta Adoptada Pelos Ministros Dos Negócios Estrangeiros Do Egipto, Da Grécia, Da Administração Cipriota Grega Do Sul De Chipre (acg), Da França E Dos Emiratos Árabes Unidos

República Da Turquia Ministério Dos Negócios Estrangeiros 12.05.2020

A declaração conjunta dos Ministros dos Negócios Estrangeiros do Egipto, da Grécia, da ACG, da França e dos Emiratos Árabes Unidos sobre o Mediterrâneo Oriental e a Líbia é um exemplo da hipocrisia de um grupo de países que procuram o caos regional e a instabilidade, através das políticas que prosseguem e não vêem qualquer mal em sacrificar as aspirações democráticas do povo à cruel agressão dos ditadores putchistas, e que estão num estado de delírio, uma vez que as suas agendas estão a ser perturbadas pela Turquia.

O facto de a Grécia e o ACG, em vez de dialogarem com a Turquia e a República Turca de Chipre do Norte (RTCN) no Mediterrâneo Oriental, respectivamente, dependerem de actores não regionais irrelevantes, só pode ser a herança de uma mentalidade do mandato e do colonialismo. A distorção das medidas tomadas pela Turquia para proteger os seus legítimos interesses com base no direito internacional, através de pretextos injustos e ilícitos, é inaceitável em qualquer situação.

O mesmo se passa no caso do Egipto. Os governantes desse país parecem ter há muito preferido renunciar aos interesses e direitos do seu próprio povo, em vez de os proteger.

Quanto aos Emirados Árabes Unidos, que não tinham ligações com o Mediterrâneo Oriental, que não é outra coisa que a animosidade em relação à Turquia que os uniu com outros países. O historial deste país, tanto contra a Turquia como contra a Líbia, é bem conhecido.

É evidente que a França, cujas intenções de estabelecer um estado de terror na Síria foram perturbadas com um duro golpe pela nossa Operação Fonte da Paz, está a tentar ser o patrono deste eixo de maldade, em tal estado de espírito.

Exortamos todos estes países a agirem com o senso e a responsabilidade conveniente, em conformidade com o direito e a prática internacionais.

A paz e a estabilidade na nossa região só podem ser alcançadas através de um diálogo e de uma cooperação verdadeiros e realistas, e não através da tentativa de criar um eixo de maldade.

Segunda-Feira - Sexta-Feira

09:00 - 13:00 / 14:30 - 18:00

01/01/2020 Ano Novo
24/02/2020 25/02/2020 Feriado Religioso “Carnaval”
10/04/2020 Paixao de Cristo
21/04/2020 Tiradentes
01/05/2020 Dia do Trabalho
24/05/2020 Ramadã
11/06/2020 Feriado Religioso “Corpus Christi”
31/07/2020
07/09/2020 Dia da Independência
12/10/2020 Feriado Religioso “Dia de Nossa Senhora da Aparecida”
29/10/2020
02/11/2020 Feriado Religioso “Finados”
15/11/2020 Proclamação da República
25/12/2020 Feriado Religioso “Natal”