Pr-17, 14 De Março De 2020, Declaração Do Porta-voz Do Ministério Dos Negócios Estrangeiros Hami Aksoy Em Resposta A Uma Pergunta Sobre As Declarações Do Ministro Ministro Dos Negócios Estrangeiros Da Grécia Nikos Dendias Na Mídia Social.

República Da Turquia Ministério Dos Negócios Estrangeiros 16.03.2020

As declarações de 14 de Março do Ministro dos Negócios Estrangeiros grego Dendias na mídia social são provas concretas das políticas de dupla moral, inconsistentes, ilegais e desumanas seguidas por este país.

A Grécia não protege as fronteiras da União Europeia; pelo contrário, espezinha vergonhosamente os próprios princípios e valores sobre os quais esta União foi construída, tratando os migrantes que chegam às suas portas como inimigos e não como seres humanos, usando gás, balas e pesticidas sobre eles, sem deixar para trás mulheres e crianças, forçando os refugiados que entraram em território grego a regressarem à Turquia seminus, levando o seu dinheiro e pertences, o que faz lembrar as práticas dos nazis.

A Grécia viola simultaneamente todos os instrumentos jurídicos como a Convenção Europeia dos Direitos Humanos, a Convenção relativa ao Estatuto dos Refugiados, o Pacto Internacional das Nações Unidas sobre os Direitos Civis e Políticos e a Convenção contra a Tortura, ignorando o direito internacional, os direitos humanos e os valores europeus, nos quais continua a insistir. Os princípios básicos relativos à protecção dos imigrantes e refugiados não devem diferir de acordo com as necessidades diárias do nosso vizinho. Nada daquilo que se faz no Meriç convém a humanidade e espírito de boa vizinhança.

Além disso, o Ministro Dendias parece ter esquecido completamente os actos e declarações do seu país quando, há quatro anos atrás, a Macedónia do Norte fechou as suas fronteiras aos migrantes.

As tentativas da Grécia, que não parece ser capaz de resolver os problemas de um ponto de vista abrangente e humanitário, de abusar da UE e dos migrantes irregulares como instrumentos para os seus interesses políticos a curto prazo, são a principal fonte dos problemas na nossa região.

Por outro lado, o Ministro Dendias também está errado sobre a questão da Líbia. Porque a Grécia, com as suas reivindicações maximalistas de jurisdição marítima contrárias ao direito internacional, não só violou os direitos da Turquia, como também os da Líbia. Os memorandos de entendimento que alcançamos com o governo legítimo da Líbia não representam apenas os interesses de um determinado grupo, mas de todo o povo líbio. Se a Grécia deseja abordar uma questão, deve fazê-lo em torno de uma mesa com a Turquia e o governo legítimo da Líbia, e não através de calúnias.

Identificando a minoria grega na Albânia como a minoria nacional grega, também é hipócrita que a Grécia não chame turca à minoria turca na Grécia. O Ministro Dendias parece ter esquecido que o Tribunal Europeu dos Direitos Humanos encontrou múltiplas violações por parte da Grécia a este respeito.

O nosso desejo é poder encontrar soluções racionais e comuns para todos os desafios da nossa região, num quadro de boas relações de vizinhança e cooperação, sem imputar culpas.

Segunda-Feira - Sexta-Feira

09:00 - 13:00 / 14:30 - 18:00

01/01/2020 Ano Novo
24/02/2020 25/02/2020 Feriado Religioso “Carnaval”
10/04/2020 Paixao de Cristo
21/04/2020 Tiradentes
01/05/2020 Dia do Trabalho
24/05/2020 Ramadã
11/06/2020 Feriado Religioso “Corpus Christi”
31/07/2020
07/09/2020 Dia da Independência
12/10/2020 Feriado Religioso “Dia de Nossa Senhora da Aparecida”
29/10/2020
02/11/2020 Feriado Religioso “Finados”
15/11/2020 Proclamação da República
25/12/2020 Feriado Religioso “Natal”